A Universidade do Minho em tempos de pandemia: Tomo I: Reflexões

Autores

Manuela Martins (ed.)
Universidade do Minho
http://orcid.org/0000-0002-9853-518X
Eloy Rodrigues (ed.)
Universidade do Minho
http://orcid.org/0000-0002-7862-2681

Resumo

Nesta obra reúnem-se cerca de meia centena de textos que retratam, a partir de diferente experiências, perspetivas e olhares disciplinares, a forma como a pandemia provocada pelo vírus SARS-CoV-2 foi sentida na Universidade do Minho, a primeira universidade portuguesa a ser atingida pelos seus efeitos, a partir de 7 de março de 2020. Os contributos aqui reunidos exprimem o modo como a comunidade académica se organizou para garantir o funcionamento da instituição e o cumprimento da sua missão, quer no âmbito do ensino, quer da investigação e da inovação, não dispensando uma necessária reflexão crítica sobre a nova realidade que se afirmou com a pandemia, o seu significado e os impactos da mesma na sociedade.
Dado o elevado número e a diversidade dos contributos, a obra organiza-se em três volumes, que tentam dar resposta a três possíveis interrogações. Assim, o 1º volume, com o subtítulo de ‘Reflexões’, procura equacionar diferentes perspetivas em torno da questão: Mas o que é isto? Já o 2º volume, que recebe o subtítulo de ‘(Re)Ações’, corporiza um conjunto de textos que reflete as atuações em diferentes áreas da dimensão académica, elucidando quanto ao modo: Como reagimos? Finalmente, o 3º volume, que acusa o subtítulo de ‘Projeções’, dá expressão a uma inevitável pergunta: E agora? Pois, afinal, todos sabemos que isto não vai, nem pode, ficar tudo bem.

Capítulos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografias dos Autores

Pedro Bandeira, Universidade do Minho

Pedro Bandeira, arquiteto (FAUP 1996), é Professor Associado na Escola de Arquitetura da Universidade do Minho e investigador do Lab2PT.

Rita Ribeiro, Universidade do Minho

Rita Ribeiro é Professora Auxiliar do Departamento de Sociologia, do Instituto de Ciências Sociais e investigadora do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS), ambos da Universidade do Minho. É doutora em Sociologia e mestre em Antropologia pela Universidade do Minho. Tem desenvolvido investigação na área da sociologia da cultura.

Jean Martin Rabot, Universidade do Minho

Jean-Martin Rabot é Professor Associado do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho e investigador do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS). Doutorado em Sociologia, os seus trabalhos incidem sobre a sociologia clássica, a sociologia do imaginário, os Estudos Culturais e as novas tecnologias. Ultimamente, tem-se debruçado sobre a análise da crise económico-financeira de 2007/2008, na perspetiva da sociologia do imaginário desenvolvida por Gilbert Durand e Michel Maffesoli.

Albertino Gonçalves, Universidade do Minho

Albertino Gonçalves é Professor Associado do Departamento de Sociologia da Universidade do Minho e investigador do Centro de Estudos Comunicação e Sociedade (CECS), ambos da Universidade do Minho. Especializado nas áreas da sociologia da cultura e da arte, reparte a sua atividade entre a vida académica e a intervenção na comunidade. Publicou, como autor, os livros Imagens e Clivagens: os residentes face aos emigrantes (1996), As Asas do Diploma: A Inserção Profissional dos Licenciados pela Universidade do Minho (2001) e Vertigens: Para uma Sociologia da Perversidade (2009).

João Cardoso Rosas, Universidade do Minho

João Cardoso Rosas é licenciado e mestre pela Universidade do Porto e doutorado pelo Instituto Universitário Europeu, sendo Professor Associado do Departamento de Filosofia e investigador do Centro de Ética, Política e Sociedade. Foi presidente da Associação Portuguesa de Ciência Política e da Sociedade Portuguesa de Filosofia. O seu trabalho, sempre no âmbito da Filosofia Política, tem incidido especialmente em questões de justiça e direitos humanos. O seu livro mais recente é: (org.), História da Filosofia Política, Lisboa, Presença, 2020.

Luís Cunha, Universidade do Minho

Luís Cunha é Professor Auxiliar do Departamento de Sociologia do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho. É antropólogo e investigador do CRIA/UMinho.

Almerindo Janela Afonso, Universidade do Minho

Almerindo Janela Afonso é Professor Associado do Departamento de Ciências Sociais da Educação, do Instituto de Educação, da Universidade do Minho. Sociólogo, é Doutor em Sociologia da Educação e foi membro do Conselho Nacional da Educação e Presidente da Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação.

Alexandra Esteves, Universidade do Minho

Alexandra Esteves é docente de História Contemporânea na Universidade Católica Portuguesa e na Universidade do Minho, sendo investigadora integrada do Lab2PT, unidade de investigação desta última Universidade.
A sua atividade investigativa tem sido dedicada a matérias que se inscrevem na área da História Social, designadamente a saúde, a doença, a assistência, a marginalidade, a violência e as prisões, bem como na História do Turismo, incluindo questões relacionadas com o lazer e as sociabilidades, entre os séculos XVIII e XX.

Maria Marta Lobo de Araújo, Universidade do Minho

Maria Marta Lobo de Araújo é Professora Associada com Agregação do Departamento de História do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho e investigadora do centro Lab2PT da mesma Universidade.
É doutora em História Moderna e Contemporânea pela Universidade do Minho, desenvolvendo investigação nos campos da História Social, com incidência particular na História das Misericórdias e da História Religiosa da Época Moderna.

Alberto Filipe Araújo, Universidade do Minho

Alberto Filipe Araújo é Professor Catedrático aposentado do Instituto de Educação da Universidade do Minho.

Maria do Rosário Girão Ribeiro dos Santos, Universidade do Minho

Maria do Rosário Girão Ribeiro dos Santos é Professora Associada do Departamento de Estudos Românicos do Instituto de Letras e Ciências Humanas e investigadora do CEHUM. Doutorou-se na Universidade do Minho com uma tese intitulada “À sombra de Baudelaire. Estudo da receção de Baudelaire na Literatura Portuguesa. Do romantismo ao modernismo”. Encontra-se, atualmente, a redigir um ensaio intitulado “O retrato do artista na ficção”.

Manuel José Silva, Universidade do Minho

Manuel José Silva é Professor Associado aposentado do Instituto de Letras e Ciências Humanas. Publicou as seguintes obras: “La langue française et l’histoire” (2008); “O voo do garajau: dos Açores a Macau” (2014), de parceria com Maria do Rosário Girão Ribeiro dos Santos; “El-Rei D. Sebastião: (re) olhares” (2017). Encontra-se, atualmente, a redigir uma obra sobre Nostradamus intitulada “A propósito de Nostradamus, médico, historiador e astrófilo”.

Ana Gabriela Macedo, Universidade do Minho

Ana Gabriela Macedo é Professora Catedrática da Universidade do Minho, coordenadora do Programa Doutoral “Modernidades Comparadas. Literaturas, Artes e Culturas” e coordenadora do grupo de pesquisa em “Género, Artes e Estudos Pós-Coloniais” (GAPS) do Centro de Estudos Humanísticos da mesma Universidade. As suas áreas de investigação repartem-se pelo Modernismo, Pós-modernismo, Poéticas Visuais, Crítica Feminista e Estudos de Género.

Ermelinda Macedo, Universidade do Minho

Ermelinda Macedo é Professora Adjunta da Escola de Enfermagem da Universidade do Minho. É licenciada em Enfermagem, Doutora em Psicologia e Mestre em Educação-Área de Especialização: Educação para a Saúde. É detentora do Título de Especialista em Enfermagem da CPDESP e Enfermeira Especialista em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiátrica.

Capa para A Universidade do Minho em tempos de pandemia: Tomo I: Reflexões
Publicado
November 27, 2020

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: PDF

PDF
ISBN-13 (15)
978-989-8974-27-3