Políticas de Ciência e da Língua, Publicação Científica e Rankings Académicos

Autores

Moisés de Lemos Martins (coord.)
Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Instituto de Ciências Sociais, Universidade do Minho, Braga, Portugal
https://orcid.org/0000-0003-3072-2904
Helena Pires (coord.)
Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Instituto de Ciências Sociais, Universidade do Minho, Braga, Portugal
https://orcid.org/0000-0002-5533-4687

Palavras-chave:

ciência, comunicação, divulgação científica, políticas de ciência, políticas de língua, publicação científica, rankings, avaliação, qualidade, investigação

Sinopse

O campo científico conheceu um desenvolvimento exponencial no último meio século. Em Portugal, foi sobretudo nas últimas duas décadas que se registou a intensificação das atividades de investigação em todas as áreas. Não obstante o aumento significativo de resultados, as políticas para a ciência suscitam hoje inquietações, que sugerem uma reflexão profunda sobre as opções estratégicas das instituições de decisão e gestão. Hoje, são desafios que exigem discussão pública a insuficiência do financiamento, os padrões de qualidade e a sobrevalorização de métricas, assim como os sistemas de avaliação e os rankings, da mesma forma que a hegemonia do inglês como língua de produção de conhecimento e do modelo empírico por oposição à teoria e ao pensamento crítico, e ainda os horizontes de carreira do investigador. Políticas de Ciência e da Língua, Publicação Científica e Rankings Académicos reúne contributos de um debate, que ocorreu em 2021, ano do 20.º aniversário do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, que procurou identificar e problematizar estas questões. É, por isso, um convite a uma leitura desassossegada e interpelativa sobre os (des)caminhos da ciência.

Capítulos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografias Autor

Moisés de Lemos Martins, Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Instituto de Ciências Sociais, Universidade do Minho, Braga, Portugal

Moisés de Lemos Martins é professor catedrático jubilado da Universidade do Minho (UMinho). Dirigiu até 2022 o Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, que fundou em 2001. Criou, em 2017, o Museu Virtual da Lusofonia e dirigiu-o até 2022. Foi também diretor da revista Comunicação e Sociedade, da Revista Lusófona de Estudos Culturais e da Vista. Doutorado em ciências sociais (na especialidade de sociologia) pela Universidade de Estrasburgo (1984), é autor de uma vasta obra em sociologia da cultura, semiótica social, sociologia da comunicação, semiótica visual, política científica, comunicação intercultural, estudos lusófonos. Dirigiu durante 10 anos o Instituto de Ciências Sociais da UMinho (de 1996 a 2000, e de 2004 a 2010). Foi presidente da Sopcom, da Lusocom e da Confibercom.

Helena Pires, Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Instituto de Ciências Sociais, Universidade do Minho, Braga, Portugal

Helena Pires é professora associada no Departamento de Ciências da Comunicação, no Instituto de Ciências Sociais, da UMinho. Doutorou-se em ciências da comunicação, na área de semiótica da comunicação, pela UMinho, em 2007. Ensina nas áreas de publicidade, arte e comunicação, tendo participado, nos últimos anos, na direção do mestrado em comunicação, arte e cultura, da UMinho, onde também tem lecionado. Durante quatro anos, até novembro de 2019, foi coordenadora do Grupo de Publicidade da Sociedade Portuguesa de Ciências da Comunicação. Tem publicado e desenvolvido trabalho de investigação sobre semiótica da paisagem (urbana), bem como no âmbito da comunicação e cultura visual.

Capa "Políticas de Ciência e da Língua, Publicação Científica e Rankings Académicos"

Downloads

Publicado

20 June 2023

Séries

Licença

Creative Commons License

Este trabalho encontra-se publicado com a Licença Internacional Creative Commons Atribuição 4.0.