Clássicos da Literatura infantojuvenil em forma(to) de livro-objeto

Autores

Sara Silva (ed.)

Resumo

O presente volume, composto por treze estudos, é dado à estampa na sequência de outros três já editados – a saber Ramos (2017), Mociño González (2019) e Tabernero Sala (2019) – e substantiva um dos eixos investigativos que tem aglutinado, suscitado a atenção e motivado um trabalho de pesquisa aturado e já considerável por parte de investigadores pertencentes a Universidades Portuguesas (Aveiro, Minho e Évora), Espanholas (Santiago de Compostela, Vigo, Saragoça e Cádiz) e Brasileiras (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e Universidade Federal de Santa Catarina) Resulta, igualmente, do(s) olhar(es) pessoal(ais) – nossos, mas também de muitas das participantes nesta obra – que temos lançado há alguns anos sobre o livro-objecto. Entendendo o livro para a infância como artefacto ou um objecto híbrido no qual se conjugam intersemioticamente registos estéticos diversos como o discurso literário, a ilustração, o design ou a engenharia do papel, os treze estudos coligidos nesta obra centram-se fundamentalmente em autores reconhecidos e/ou textos clássicos, originários de países distintos e vindos a lume em diferentes épocas, que têm servido de matriz criativa a uma surpreendente pluralidade de livros-objeto vocacionados para leitores com perfis variados (pré-leitores – por exemplo, bebés –, leitores iniciais, leitores medianos e leitores autónomos. Assim, esta colectânea valoriza clássicos como Aventuras de Alice no País das Maravilhas, de L. Carroll, Peter Pan, de J. Barrie, ou Babar de Jean Brunhoff, e, muito particularmente, a materialidade na construção do discurso. Por outras palavras, em termos latos, problematiza a questão da relevância da forma para o conteúdo, bem como as potencialidades criativas, estéticas, lúdicas, formativas e/ou didácticas de tais artefactos, por exemplo, ao nível da formação de leitores, que, cremos, se afigura significativamente assente na manipulação física do livro, gesto que resulta numa especial ludicidade e na natural resposta à curiosidade infantil.

Capítulos

  • Apresentação
    Sara Silva
  • Monstros do Cinema: da criatura livro às criaturas que nele habitam
    Lilane Maria de Moura Chagas, Caroline Machado
  • Coração, pano e voz: reflexões sobre a matéria de certos destinos dos clássicos recriados
    Cláudia Sousa Pereira
  • “Para que serve um livro sem ilustrações?”: Alice recriada em novos formatos
    Ana Margarida Ramos
  • Drácula a escena. Rompiendo los límites del libro
    Lourdes Sánchez Vera
  • Livros onde nascem os sonhos: revisitações de Peter Pan em forma(to) de livro-objeto
    Sara Silva
  • Era uma vez... três livros-objeto da Editorial Majora: recriações de Branca de Neve
    Diana Martins
  • Babar e os elefantes. Dos orixinais ás adaptacións
    Blanca-Ana Roig Rechou, Olalla Cortizas
  • De lagartinhas muito brincalhonas: Recriações do livro-álbum clássico de Eric Carle em Portugal
    Carina Rodrigues
  • Era Uma Vez: a (re)leitura dos clássicos no livro-objeto
    Diana Navas
  • Un clásico en pop-up sobre clásicos de miedo: ¿Mamá? de Maurice Sendak, Arthur Yorinks e Matthew Reinhart
    Rosa Tabernero Sala
  • Os clásicos desde a visión vangardista de Květa Pacovská
    Carmen Franco-Vázquez, Marta Neira-Rodríguez
  • Humor e terror nas múltiples lecturas dun libro pop-up: A Casa Enmeigada, de Jan Pienkowski
    Isabel Mociño, Eulalia Agrelo
  • O outro lado da história também tem história: da linguagem verbal, visual e material
    Eliane Debus, Maria Laura Pozzobon Spengler
  • Monstros do Cinema: da criatura livro às criaturas que nele habitam
    Lilane Maria de Moura Chagas, Caroline Machado

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografias dos Autores

Cláudia Sousa Pereira, Universidade de Évora

CLÁUDIA SOUSA PEREIRA é Professora Auxiliar na Universidade de Évora desde 1990 e investigadora do CIDEHUS-UÉ. Tem publicações em livros, conferências, comunicações e formação, nacional e internacional, nas áreas da literatura infantil e juvenil, da promoção da leitura, da educação literária e da literatura de massas. É autora de Ler em Grupo. O caso do quinhentista Memorial das Proezas da Segunda Távola Redonda como objeto de mediação de leitura para um público jovem (Edições Colibri, 2009). É membro fundador da Associação Galego-Portuguesa de Investigação em Literatura Infantil e Juvenil – ELOS (2006) e membro da Red Temática de Literaturas Infantiles y Juveniles en el Marco Ibérico. Desde o primeiro momento da sua constituição, que integra a equipa que estuda o livro-objeto.

Ana Margarida Ramos, Universidade de Aveiro

ANA MARGARIDA RAMOS é Professora Auxiliar com Agregação na Universidade de Aveiro. Foi professora visitante na Oslo Metropolitan University (Noruega) e Research Fellow da Biblioteca Internacional de Munique. Apresentou comunicações em congressos nacionais e internacionais e publicou vários livros, capítulos de livros, artigos em revistas em diferentes línguas.

Lourdes Sánchez Vera, Universidad de Cádiz

LOURDES SÁNCHEZ VERA es Profesora Titular de Escuela Universitarias en el Departamento de Didáctica de la Lengua y la Literatura de la Universidad de Cádiz, con una trayectoria de más de un cuarto de siglo de docencia, gestión e investigación universitaria. Toda la docencia universitaria se ha desarrollado en la formación de maestros de los títulos de Educación Infantil y Primaria, impartiendo asignaturas como “Dramatización”, “Tradición oral infantil” y “Literatura Infantil”. La labor investigadora se ha realizado al amparo de diversos grupos de investigación, estando adscrita actualmente al grupo HUM 1041: Investigación e Innovación Educativa en Didáctica de la Lengua y la Literatura. A lo largo del periodo investigador, he centrado los estudios en diversas temáticas, generando publicaciones y comunicaciones relacionadas, entre otras, con: dramatización, intertextualidad, literatura comparada, tradición oral y folclore, ilustración e imagen en LI, libro-objeto, fomento lector o didáctica de la literatura. Implicada en diversas actividades de gestión, siendo, actualmente, Decana de la Facultad de Ciencias de la Educación de la Universidad de Cádiz.

Diana Martins, Universidade do Minho

DIANA MARIA MARTINS é Doutora em Estudos da Criança, na especialidade de Literatura para a Infância (IE-CIEC/UM). É licenciada em Design de Comunicação pela Escola Superior de Artes e Design, de Matosinhos, e mestre em Ilustração, pela Escola Superior Artística do Porto - Guimarães, com uma monografia intitulada As Cores de A Sombra, de Luísa Ducla Soares - Percursos de re-ilustração e de construção de um livro-álbum poético. Tem desenvolvido investigação em literatura para a infância e educação literária, particularmente centrada nos livros-objeto e nos livros-brinquedo.

Blanca-Ana Roig Rechou, Universidade de Santiago de Compostela

BLANCA-ANA ROIG RECHOU é licenciada en Filosofía e Letras (Seccións Románicas, Subsección español). Doutora en Filoloxías galega e portuguesa. Catedrática e Titular de Universidade con destino na Universidade de Santiago de Compostela (USC). Actualmente xubilada, pero coas responsabilidades da súa distinción como Profesora-Investigadora AD Honorem da USC. Coordina a Rede de Investigación LIJMI, codirixe proxectos de investigación no Centro Ramón Piñeiro para a Investigación en Humanidades. Forma parte do Grupo de investigación Liter21 e das asociacións: ELOS, ELOS Galicia e ANILIJ conformada por investigadores de LIJ. Ten publicado monografías e artigos sobre Literatura Infantil e Xuvenil e sobre Literatura Galega. Polo seu traballo, foi galardoada con varios premios.

Olalla Cortizas, Universidade de Santiago de Compostela

OLALLA CORTIZAS VARELA é licenciada e doutora en Bellas Artes por la Universidade de Vigo. Profesora contratada de Didáctica da Expresión Plástica. Na actualidad, combina a actividad artística ca docente na Área de Didáctica de la Expresión Plástica. Forma parte do Departamento de Didácticas Aplicadas na Facultade de Ciencias da Educación na Universidade de Santiago de Compostela. Pertence ao grupo de investigación Liter21 desde onde participa en traballos de investigación sobre a LIX e sobre as potencialidades creativas daquelas propostas nas que a imagen e a materialidade teñen unha presenza. Ten participado en Congresos varios sobre educación artística e publicado artigos varios sobre a temática da súa especialidade.

Carina Rodrigues, Universidade do Minho

CARINA RODRIGUES é licenciada em Educação de Infância, pela ESE de Coimbra (2004), e Mestre em Ciências da Educação, pela Universidade de Aveiro (2008). Doutorou-se em Literatura, pela Universidade de Aveiro (2013), com uma tese intitulada Palavras e imagens de mãos dadas – a arquitetura do álbum narrativo em Manuela Bacelar e realizada com o apoio da FCT. Desenvolve a sua investigação na área dos Estudos Literários e da Literatura Infantojuvenil, em particular, com destaque para o estudo do livro-álbum e da relação texto-imagem. É membro integrado do CIEC (Centro de Investigação em Estudos da Criança) da Universidade do Minho e membro colaborador do CLLC (Centro de Línguas, Literaturas e Culturas) da Universidade de Aveiro. Na Galiza, é investigadora da Rede Temática de Investigação “Las Literaturas Infantiles del Marco Ibérico y Iberoamericano” – LIJMI e dos Grupos de pesquisa LITER21 e ELOS (Asociación Galego Portuguesa de Investigadores en Literatura Infantil e X/Juvenil – secção de ANILIJ). Tem apresentado várias comunicações em colóquios e congressos nacionais e internacionais. É autora de artigos e recensões diversos no referido âmbito investigativo.

Diana Navas, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

DIANA NAVAS é pós-doutora pela Universidade de Aveiro (Portugal) e doutora em Literatura Portuguesa pela Universidade de São Paulo. Atua como professora no Programa de Estudos Pós-Graduados em Literatura e Crítica Literária da PUC-SP. Suas pesquisas concentram-se nas tendências da literatura juvenil contemporânea brasileira e portuguesa. Dentre suas publicações, destacam-se: Literatura Juvenil dos Dois Lados do Atlântico, em coautoria com Ana Margarida Ramos (2016); e a organização de A Literatura Infantil e Juvenil na Contemporaneidade: histórias, caminhos e representações (2016); Literatura & Ensino: territórios em diálogo (2018); Produção Literária Juvenil e Infantil Contemporânea de Autoria Feminina (2019).

Rosa Tabernero Sala, Universidad de Zaragoza

ROSA TABERNERO SALA es Profesora Titular de Universidad del área de Didáctica de la Lengua y la Literatura de la Universidad de Zaragoza. Es Investigadora Responsable del Grupo de Investigación de referencia ECOLIJ (Educación comunicativa y literaria en la sociedad de la información. Literatura Infantil y Juvenil y construcción de identidades) y Directora del Máster Propio en Lectura, libros y lectores infantiles y juveniles de la Universidad de Zaragoza (http://www.literaturainfantil.es/). Coordina y participa en proyectos de innovación docente relacionados con la educación literaria y el diseño de itinerarios lectores en el marco del Espacio Europeo de Educación Superior, así como la incorporación del entorno digital en las metodologías docentes. Dirige asimismo la colección de Prensas Universitarias de Zaragoza [Re]pensar la educación. Es autora de monografías y artículos que versan sobre el discurso literario infantil y juvenil en sus diferentes perspectivas, desde los estudios teóricos de análisis del discurso hasta las propuestas de investigación vinculadas a la Educación Infantil, Primaria, Secundaria, Bachillerato y Universidad. En la actualidad, es la Investigadora Principal del proyecto I+D+i “Formar lectores en la sociedad digital desde el libro de no ficción” (RTI2018-093825-B-I00), proyecto del Programa Estatal de Investigación, Desarrollo e Innovación. Ministerio de Economía y Competitividad de España.

Carmen Franco-Vázquez, Universidade de Santiago de Compostela

CARMEN FRANCO VÁZQUEZ é licenciada en Belas Artes e en Historia da Arte e doutora en Belas Artes. Traballa como profesora Titular na Universidade de Santiago de Compostela (USC) na área de Didáctica da Expresión Plástica. Imparte docencia nos graos de Mestre de Educación Infantil e Primaria e no Máster de Formación do Profesorado de Ensinanza Secundaria. Coordina o Máster Universitario en Investigación e Innovación en Didácticas Específicas para a Educación Infantil e Primaria e o Máster propio en Literatura Infantil e Xuvenil para a formación e desenvolvemento de hábitos lectores e de Investigación en Didácticas Específicas da Facultade de Ciencias da Educación da USC. É coordinadora do Grupo de Investigación GI-1839 LITER21 (Literatura Infantil e Xuvenil, Investigacións Literarias, Artísticas, Interculturais e Educativas) e Investigadora do Instituto de Ciencias da Educación (ICE) da USC. Pertence a distintas asociacións de Educación artística como a Rede Ibero Americana de Educação Artística (RIAEA), o Grupo de Intervención Artística C3, a Rede Temática de Investigación “As Literaturas Infantís e Xuvenís do Marco Ibérico e Iberoamericano” (LIXMI) e a International Council of Museums (ICOM). É autora de distintos artigos sobre Educación Artística, perspectiva de xénero e ilustración en Literatura Infantil e Xuvenil.

Marta Neira-Rodríguez, Universidade de Santiago de Compostela

MARTA NEIRA RODRÍGUEZ é licenciada en Filoloxía Galega e doutora pola Universidade de Santiago de Compostela (USC) cunha tese sobre Literatura Infantil e Xuvenil. Profesora dende o ano 2009 até o 2020 na Escola CEU de Maxisterio de Vigo (centro adscrito á Universidade de Vigo), dende o curso 2013-2014, imparte docencia na Facultade de Ciencias da Educación da Universidade de Santiago de Compostela. Directora dos proxectos “Informes de Literatura” e “Investigación en Literatura Infantil e Xuvenil”, que se levan a cabo no Centro Ramón Piñeiro para a Investigación en Humanidades, participou ou participa tamén noutros de carácter autonómico ou estatal. Secretaria da Rede Temática de Investigación “As Literaturas Infantís e Xuvenís do Marco Ibérico e Iberoamericano” (LIXMI), forma parte do persoal científico do Instituto de Ciencias da Educación da USC e é membro do Grupo de Investigación LITER21 (GI-1839) da USC. Autora de monografías, artigos e recensións sobre Literatura e Literatura Infantil e Xuvenil Galega, entre as súas publicacións atópase a participación na Historia da Literatura Infantil e Xuvenil Galega (2015), coordinada por Blanca-Ana Roig Rechou e publicada por Edicións Xerais de Galicia.

Eliane Debus, Universidade Federal de Santa Catarina

ELIANE DEBUS é graduada em Letras (1991), mestre em Literatura (1996), doutora em Lingüística e Letras Bolsa Recém-Doutor (PPGE/UFSC 2001-2004) e Pós-doutora na Universidade do Minho (2018). Professora da Universidade Federal de Santa Catarina, atua no Departamento de Metodologia de Ensino, no Programa de Pós-Graduação em Educação e no programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução. É líder do Grupo de Pesquisas “LITERALISE: Grupo de pesquisa em literatura Infantil e juvenil e práticas de mediação literária”. É membro integrante dos Grupos de Pesquisa “Produções Culturais para crianças”, coordenado pelo Professor Doutor Fernando Azevedo, do Centro de Investigação em Estudos da Criança da Universidade do Minho (Braga/Portugal); Membro da Red de Investigaciones Afrolatinoamericanas - RIALA e Membro da Rede de Pesquisadores sobre Leitura Literária e Arte Narrativa - Rede de Pesquisadores LLAN, coordenado pela professora Ilsa Vieira do Carmo Goulart (Universidade Federal de Lavras).

Maria Laura Pozzobon Spengler, Universidade Federal de Santa Catarina

MARIA LAURA POZZOBON SPENGLER é Doutora em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), pedagoga pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (FURB), com experiência docente na Educação Infantil, anos iniciais e Ensino Superior, especialista em Gestão Escolar e Interdisciplinaridade, pela Faculdade de Joinville, e especialista em Psicopatologia da Infância e Adolescência pela Sociesc e mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Linguagem da Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL). É Vice-líder do Grupo de Pesquisas LITERALISE: Grupo de pesquisa em literatura Infantil e juvenil e práticas de mediação literária, da Universidade Federal de Santa Catarina. Possui experiência em formação de professores nas áreas de Alfabetização e Letramento, Pequena Infância e Educação Literária. Atualmente, é Professora do curso de Pedagogia da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).

Lilane Maria de Moura Chagas, Universidade Federal de Santa Catarina

LILANE MARIA DE MOURA CHAGAS possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM/1989), mestrado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC/1999), doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (USP/2006). É pós-doutora em literatura para a infância pela Universidade do Minho (Braga/Portugal – UMinho/2017-2018). É Professora associada na Universidade Federal de Santa Catarina, centro de Ciências da Educação, vinculada ao departamento de Metodologia de Ensino – área linguagem e educação. Atua e desenvolve atividades de ensino, pesquisa e extensão relacionadas à linguagem, à literatura para a infância, ao letramento e alfabetização e às práticas de mediação literária e à formação de professores e de leitores. Integrante do Núcleo do Grupo de Pesquisa de Literatura Infantil e Juvenil – LITERALIS, sob a coordenação da Professora Dra. Eliane Debus (UFSC). Integra o Núcleo de Estudos e Pesquisa em Alfabetização e Ensino da Língua Portuguesa – NEPALP, coordenado pela Professora Dra. Nelita Bortolotto (UFSC) e, ainda, integra o Grupo de Estudos e Pesquisa em Ontologia Crítica (GEPOC), coordenado pela Professora Dra. Patricia Laura Torriglia (UFSC).

Caroline Machado, Universidade Federal de Santa Catarina

CAROLINE MACHADO é Doutora em Educação pelo Programa de Pós-graduação em Educação do Centro de Ciências da Educação da Universidade Federal de Santa Catarina (2011). Possui Mestrado em Educação (2006) e Graduação em Pedagogia (2002), com Habilitação em Séries Iniciais e Educação Infantil, pela mesma instituição. É professora no Núcleo de Desenvolvimento Infantil do Centro de Educação da Universidade Federal de Santa Catarina (ND/ICED//UFSC). Coordena o Projeto de Extensão “Infância e Literatura: mediação de leitura literária e formação de leitores” (2011-atual). É membro do Núcleo de Estudos e Pesquisas Educação e Sociedade Contemporânea (NEPESC/CED/UFSC), sob coordenação do Prof. Dr. Alexandre Fernandez Vaz (Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1D), desde 2002. Tem experiência docente na área de Educação Infantil, Ensino fundamental e na pós-graduação, em nível de Especialização, atuando na Escola de Gestores da Educação Básica no Curso de Especialização em Gestão Escolar (MEC/UFSC/SEED/UNDIME) e no Curso de Especialização em Docência na Educação Infantil (MEC/NDI/CED/UFSC). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Infantil (0 a 3 anos), atuando principalmente nos seguintes temas: educação e infância, infância e projeto pedagógico, literatura e mediação literária, formação de leitores, formação de professores, pedagogias contemporâneas.

Capa para Clássicos da Literatura infantojuvenil em forma(to) de livro-objeto
Publicado
October 30, 2020

Detalhes sobre o formato disponível para publicação: Loja UMinho

Loja UMinho
Dimensões físicas